Alien: Covenant | Tudo o que você precisa saber antes de assistir ao filme

No dia 11 de maio estreia mais um filme do universo expandido da saga Alien e muita gente pode achar: “Nossa! É o sexto filme, não tem como eu pular nessa nave espacial agora… É tarde demais para mim 🙁 “. Mas não se desespere! Eu digo a você que tem sim como!! 🙂

Para começar, este longa é o segundo de uma nova trilogia iniciada com Prometheus, filme este que, no fim, gerou opiniões divididas, mas houve uma unanimidade sobre a questão de o longa trazer poucas respostas. Então seria legal você ver Prometheus para ver Covenant? Sim, mas não faz tanta falta assim.

Quanto aos filmes da quadrilogia Alien, nenhum deles fará realmente falta. Você pode assisti-los depois do novo longa, caso fique interessado, já que os acontecimentos de Alien: Covenant estão a poucos anos de distância do clássico Alien: O Oitavo Passageiro (1979), do mesmo diretor do filme atual, Ridley Scott.

Então, para adiantar o seu lado, fiz este texto em dois tópicos. O básico para entrar no clima sem muita dor de cabeça e perda de tempo. Vamos lá:

 

1 – Missão da Prometheus e os Engenheiros

Ano: 2093 / Localização: LV223

Missão financiada por Peter Weyland, dono da mega empresa de exploração espacial e robótica Weyland (que no futuro se tornaria Weyland-Yutani). A nave bilionária Prometheus partiu da Terra achando que estava se dirigindo ao planeta dos criadores da raça humana, conhecidos como os Engenheiros a.k.a. Bebês Albinos Gigantes Sarados. Contudo, o que acabaram por descobrir foi que tudo era uma tremenda “Cilada, Bino”.

A situação se complica e, após muita confusão com uma turminha do barulho, descobrimos que os “nossos criadores” agora querem é nos matar! Então corre, cambada! Apesar de tudo, no final a Prometheus e a maioria de seus tripulantes vão para o céu ver se lá tem pão, ficando apenas dois sobreviventes.

A Fox, para ajudar a galera a se situar e provavelmente poupar tempo de filme, lançou o Prólogo: O Cruzamento e nele você já consegue entender como ficou a situação após a missão.

 

2 – Missão da Covenant e sua tripulação

Ano: 2103 / Localização: Desconhecida

Essa missão de colonização começa tendo três marcos de toda a franquia como referência:

– A primeira é que fazem dez anos do fracasso com a Prometheus e aparentemente eles não fazem ideia do que aconteceu com realmente;

– A segunda data histórica a se levar em conta é que o primeiro filme e todo o drama da tripulação da Nostromo se passa em 2122, 19 anos após essa missão;

– E Ellen Louise Ripley, a grande protagonista dos filmes antigos, nasceu em 2092, tendo agora 11 anos de idade em algum lugar do planeta Terra.

Com essas datas em mente, você já consegue se situar dentro de todo esse universo, né?

Quanto à tripulação da Covenant nós já podemos entender um pouco de sua dinâmica assistindo ao primeiro Prólogo, onde já se adianta um pouco do clima dentro da nave antes da chegada ao planeta a que foram enviados.

O problema é que esses esperançosos, mas desafortunados, colonizadores entraram em contato com os famosos Aliens/Xenomorfos e todas as ameaças geradas pela expedição anterior. Agora quem ou se alguém vai sobreviver para descobrir o porquê de nossos criadores quererem nos matar, o que aconteceu com o restante da tripulação da Prometheus e se algum deles voltara à Terra com essas informações, só indo ao cinema e conferindo de perto Alien: Covenant, que estreia no Brasil no próximo dia 11 de maio.

Espero que o texto tenha ajudado. E lembre-se: “No espaço, ninguém pode te ouvir gritar”.

Por Erika Ribeiro