Lucifer | 3×08 – Chloe Does Lucifer

Imagine o meu choque ao ler o nome deste episódio… Mas vamos com calma mesmo com a cena de abertura, que começou de forma sutil para que pudéssemos ter as mesmas impressões: Chloe e Lucifer na cama. Mas eles só estavam jogando Banco Imobiliário com a Trixie para compensar a falta do nosso anjo caído no aniversário da detetive. Infelizmente não foi desta vez que nosso casal engatou, nem mesmo com o plot do aplicativo de relacionamentos e o fator da Chloe ser mais atraente que o Lucifer para algumas pessoas…

Explico: o caso do dia envolveu a morte de uma nerd, que aparentemente ninguém nem sabia existir. Contudo, no final descobrimos que ela era tão inteligente que criou um dos aplicativos de relacionamentos mais exclusivos que se tem notícia. E para a nossa surpresa contratou um cara para ser o rosto da empresa, já que ela não era assim tão atraente. O mais interessante dessa investigação, com toda certeza, foi a colega de quarto blogueirinha, que não só preferiu Daniel a Lucifer, como também já chegou para abalar as estruturas da investigação tirando selfie da cena do crime. Entre ela e o garoto-propaganda do aplicativo, acabamos por descobrir que realmente foi ele com o motivo de tirar os direitos da vítima sobre a empresa.

Voltando ao título, Chloe teve que ir numa festa do aplicativo se portando de Lucifer Morningstar e até tentou ser sedutora e sofisticada, rendendo algumas cenas cômicas. Mas sabemos que aquele charme celestial de Lucy não pode ser copiado. Então só depois que Chloe passa a ser ela mesma é que encontra o date da vítima: um cara lindo, maravilhoso, charmoso e leal… Até ele contar que saía com a blogueirinha com quem a vítima dividia a casa para ver mais a garota que foi morta. Porém, como disse anteriormente, não foi o surfista de olhos azuis que matou a nerd, vítima de inveja alheia.

Ainda tivemos a graciosidade de ver o plot de Linda lidando com a morte de Reese e descarregando toda sua frustração de estar envolvida com seres celestiais na frente de Amenadiel. Mas, claro, o ex-anjo a fez se acalmar e voltar a si, revelando que apesar de tudo Linda ainda é uma pessoa maravilhosa e lhe dando esperanças de ir para um lugar melhor no final da vida. Amei ver que, mesmo preocupado com o irmão, Amenadiel continua sendo esse cara que todos podem contar e sempre prestes a ajudar mesmo sem seus poderes. Seria esse o plano de Deus?

P.S.: O que foi o plot da Charlotte entrando na polícia só porque quer ser uma pessoa melhor com a ajuda de Ella? Gente, as expressões dela fugindo da advogada não têm preço! Explorem isso, senhores roteiristas, está rendendo bons frutos cômicos em tela!