Vikings | 5×09 – A Simple Story

Finalmente vimos o começo da guerra civil entre os nórdicos e como Ivar e Harald sofreram a sua primeira derrota para Lagertha e Bjorn. Contudo, este foi um episódio bem tenso se analisarmos no contexto geral da coisa: Heahmund jurando lealdade à Lagertha, o coroamento de Alfredo como novo rei inglês e Rollo ressurgindo para lutar ao lado de Ivar e Hvitserk. Mas vamos pegar nossos machados e ir por partes, ok?

A brilhante ideia de Hvitserk de pedir ajuda ao franco mais nórdico da história foi linda, algo que eu já teria feito no lugar do Bjorn. Claro que é preocupante para quem torce pela vitória da Lagertha, mas acredito muito no discurso de seu filho e seu modo de agir politicamente com os irmãos para proteger o legado de Ragnar. Não tem como não se emocionar quando Ironside abre a boca para falar que um fazendeiro com sonhos conseguiu unir todo um povo e conquistar terras jamais descobertas antes. Em contrapartida, vemos que Ivar também é movido pelo seu amor à sua mãe, seu desejo de vingança é lógico e se o Rollo viu justiça nisso, ainda não sabemos, só que o garoto está louco para brincar com seus novos soldadinhos franceses. E em nós resta a pergunta: será que veremos o irmão de Ragnar novamente?

Do outro lado do mar, vemos que as coisas também não andam fáceis na Inglaterra. O Rei Aethelwulf começa a mover seu povo para se defender dos nórdicos e de qualquer ataque que possa vir deles, mas logo após o seu discurso, ele é picado por uma abelha e morre. Obviamente vemos algumas cenas tristes de despedida dele com os filhos e a esposa, que assim que pode já começa a falar com os filhos sobre a coroa. Sabemos que desde que Ecbert descobriu sobre a traição e Judith, fez de tudo para que Alfredo fosse coroado futuro rei: o criou com seus próprios princípios e o mandou conhecer o Papa. Mas Aethelwulf não gostava nada da ideia, logo criou Aethelred ao seu modo bruto e pronto para as batalhas.

Após discutir um pouco com os filhos, Judith ainda compra um membro do clérigo que pode determinar quem será o novo rei. Desesperador, mas no final das contas Aethelred recusa a coroa e nomeia seu irmão Alfredo para ser rei. Logo de cara vemos que ele não é muito bem aceito, mas recebe suporte do mesmo clérigo que Judith comprou e é coroado com muito medo e ânsia para o novo cargo. Sabemos bem das dificuldades que Alfredo irá passar, mas tenho certeza que uma delas será o seu irmão que deseja ainda ser rei, e está claro que nem a mãe de ambos confia nessa atuação do filho de Aethelwulf. Este foi um dos momentos cruciais para o plot inglês, já que a nova Inglaterra a qual Ivar voltará a tentar conquistar mais tarde na história realmente estará mudada por conta deste menino.

Sobre o plot do Floki, ele realmente não conseguiu manter a paz entre os seus seguidores nem mesmo em momentos sagrados de sacrifício aos deuses. O que me leva a crer que será o fim deles por conta disso, talvez eles estejam na América de fato e não consigam ir mais além por conta dessas intrigas pequenas. Mas fica a dica de que ele ao menos tentou se redimir de tudo o que causou para o Ragnar durante anos, procurando a paz interior e entre as pessoas no fim de seus dias – já que o mesmo também confessou que irá morrer nessas novas terras.