iZombie | 3×04 – Wag the Tongue Slowly

Como sabemos que uma temporada está boa? Bem, quando toda semana nos entregam episódios bons, como vem acontecendo com iZombie nesta terceira temporada. A série não só vem nos introduzindo novos plots, como também vem seguindo uma linha de raciocínio única dentro da história principal – sobre a vivência/descoberta dos zumbis no mundo atual.

O caso do dia foi bem divertido, a morte investigada é de uma fofoqueira que partiu desta para melhor através de intoxicação por um iogurte que ela levou meia hora para comer de tanto falar da vida alheia. A distração usada para enrolar Clive e Liv um pouco foi o fator do alarme de incêndio da companhia de telemarketing, na qual a vítima trabalhava, ser ativado bem na hora da morte. Mas tudo ocorreu bem e descobrimos que foi um complô de três outros colegas de trabalho da vítima, só por vingança de ela ter arruinado a carreira e vida pessoal deles por conta das fofocas.

Também foi divertido a forma que Liv solucionou o mistério, pois uma das culpadas foi ex-atriz pornô e usou um dos seus personagens para distrair o bode expiatório escolhido pelo grupo no caso. Mas graças à Liv e Ravi, que virou fã da atriz de carteirinha, tudo foi descoberto e os culpados admitiram a culpa, mesmo que a intenção não tenha sido matar a mulher do iogurte.

Outro plot abordado foi o fato de Major estar piorando cada vez mais e nada de Blaine ter suas memórias de volta depois de ter sido injetado com a cura no episódio anterior. Mas como ainda não está apresentando nenhuma reação, Ravi pede para que ele fique sob observação com alguém, e advinha quem se candidata? Pois é, Peyton anda bem apaixonadinha pela nova personalidade do Blaine, mas tem que medir que isso e o fato de que Major e Liv precisam da cura para voltar a serem humanos pesa. Não que tenha sido um sacrifício tão grande assim para ela levar Blaine para a cama a fim de tentar reativar algumas memórias, né mesmo?

Ravi e Major, ainda como melhor dupla de nerds na bad que você respeita, conseguem uma pista sobre o paradeiro de Natalie, que mais tarde aparece num hotel e pede para que Major não a procure mais, já que os seguranças dela sabem muito bem como matar zumbis. Só que Major oferece-lhe a cura e diz que é possível todos eles voltarem a ser humanos. O que me deixou mal foi saber que ele não vai largar mão dessa mulher mesmo e talvez as coisas se compliquem violentamente para ele de novo.

Ainda tivemos continuidade com o subplot da família do pequeno Wally, onde Liv e Clive andaram investigando os comentários do fórum da internet e encontraram algo bastante interessante. Um soldado que perdeu o irmão na Max Ranger Party e não vai desistir tão fácil de matar zumbis, algo que ele não tem como provar que existem de fato, mas crê que sim. E Clive vai ter problemas com esse homem, já que ele foi bem claro ao dizer que a polícia não pode se envolver nisso, uma vez que não se pode matar o que já está morto.

iZombie anda fazendo com que eu me descabele a cada semana, mas ainda bem que dá para sobreviver com as gororobas da Liv nesse meio tempo entre um episódio bom e outro melhor ainda.