Lista | Filmes assustadores para não assistir sozinho

Amado por uns e odiado por outros, filmes de terror são garantia certa de ficar coladinho com o par no sofá de casa ou então na poltrona do cinema. Mas a receita de todo esse sucesso se deve, claro, à escolha de um bom título repleto de muita tensão e sustos seguidos de gritos! Por considerar que alguns são melhores que outros, desenvolvemos uma lista com longas que assustam bem e que, mesmo após a sessão, continuam perseguindo o imaginário, provocando pesadelos por dias. Então pegue a cruz… Opa… a pipoca e bom filme!

 

Annabelle 2 – A Criação do Mal (2017)

Iniciando nossa lista com este recente título, o filme se mostra muito superior ao anterior que já conhecíamos. Mostrando a que veio, essa repaginação serviu para assustar adultos e crianças no cinema ao contar a nova parte da saga dessa diabólica bonequinha. Com efeitos visuais assustadores e um clima carregado de tensão, o novo capítulo funciona de forma prática e empolga os fãs da franquia.

No filme, um requisitado artesão de bonecas e sua esposa decidem abrigar por caridade uma freira e algumas meninas desalojadas de um orfanato enquanto enfrentam a morte trágica e prematura da filha. Tudo vai bem, até que Janice, uma das meninas, encontra a boneca demoníaca Annabelle e passa a ser atormentada pela entidade que nela vive. Aos poucos a situação piora e todos na casa enfrentam o mal que se espalhou e não pode ser contido.

Este famoso longa é um spin-off de…


Invocação do Mal (2013 e 2016)

Rendendo bons filmes e resgatando o gênero terror para uma nova categoria, esta franquia vem sendo muito bem recebida pela grande maioria. Contando as experiências verídicas vividas por Ed e Lorraine Warren ao longo da vida, a saga surpreende e se supera a cada horripilante capítulo. Mas como nem tudo são flores, a lista de filmes da franquia conta com o fraco derivado Annabelle, além da recente continuação que inicia esta lista e do tão aguardado The Nun, prometido para meados de 2018.

Em Invocação do Mal, após se mudar para uma fazenda assombrada por espíritos e sede de uma forte entidade demoníaca, a família Perron procura auxílio no casal de investigadores paranormais Ed (Patrick Wilson) e Lorraine Warren (Vera Farmiga) para, então, desvendar o sombrio passado da casa e de tudo o que aconteceu ali. Com direção do revolucionário James Wan, a história garante muitos sustos e figuras que irão te deixar sem dormir.

Repetindo a fórmula de sucesso, Invocação do Mal 2 chega para contar o caso da família Hodgson. Na trama, uma mãe solteira acredita que a filha seja atormentada por uma entidade maligna e, assim, procura o famoso casal demonologista Ed e Lorraine Warren para tentar libertar a menina, trazendo paz para toda a família. Com mais sustos que o anterior, o caso, que teve destaque na Inglaterra dos anos 1970, ficou conhecido como Poltergeist de Enfield e conta com a presença de uma freia amedrontadora e demoníaca, que voltará para atormentar em outro derivado da franquia.


Evocando Espíritos (2009)

Também baseado em fatos reais, este filme, além de assustar, cativa, pois apesar de todo o lado sobrenatural, você se solidariza com o drama transmitido pela família de Matt, um jovem diagnosticado com câncer que se muda para uma bela e grande casa de campo próxima à clínica na qual faz tratamento. Com o tempo, ele começa a apresentar comportamentos estranhos e, na busca por explicações, realiza pesquisas sobre o tenebroso passado da casa. Como resultado, o jovem descobre que o local servia para investigar o paranormal e era palco para realizar sessões espíritas. O filme, construído de forma criativa, levanta uma importante questão logo no início ao perguntar: “Por que acontecem coisas ruins com pessoas boas?”

No ano de 2013, os produtores até tentaram repetir o sucesso fazendo uma continuação com a história de outra família, mas por não ser considerado bom, o filme não marcou como o primeiro e afundou o que seria uma possível franquia.


Sobrenatural – Capítulos 1, 2 e A Origem (2010, 2013 e 2015)

Contada de forma mais leve, esta saga soube explorar o paranormal de forma intrigante e criativa ao colocar na narrativa personagens envolventes que estimulam o público entre uma mistura de medo do desconhecido e pânico do conhecido.

A primeira parte conta a história dos Lambert, família formada por um casal e três filhos que se muda para uma casa maior com a intenção de receber melhor o bebê recém-nascido. No entanto, essa alegria de mudança acaba quando o filho mais velho do casal, Dalton, sofre um acidente no sótão que o deixa em coma sem nenhum motivo aparente. Após algum tempo, forças sobrenaturais começam a rodear o corpo do menino, assustando todos que estão ali no convívio. Pensando que a casa pode ser assombrada, a família se muda, mas nota que o problema não é resolvido. Sem respostas dos médicos e desesperados para salvar o menino, eles procuraram o auxílio de Elise, médium já conhecida que faz revelações surpreendentes ao desvendar que o problema não está na casa, mas sim no menino, que permanece dormindo.

​No segundo capítulo, o passado do patriarca da família volta para atormentar a todos. Após conseguir salvar seu filho do mal, Josh retorna do mundo sobrenatural, mas agora possuído pela já conhecida entidade que o perseguia. Na busca por paz e querendo livrar a família do perigo, Lorraine chama seus amigos e começa a investigar tudo o que pode para pôr fim nesse mal já conhecido.

​Apresentando os relatos da família Brenner, o terceiro e até então último capítulo, conhecido como Sobrenatural: A Origem, retrata como uma parte desse mal teve início. Nele, conhecemos Quinn, adolescente que, na busca por contatar a falecida mãe, acaba invocando uma entidade perigosa e maligna. Ao se ver perdida e sem perspectiva, a jovem passa a receber o apoio da especialista paranormal Elise, que através de seus dons tenta derrotar o demônio que pretende levar a alma da menina.

Com estreia marcada para 2018, o quarto capítulo da franquia contará a história de vida da médium Elise. Ainda sem uma sinopse oficial, o longa é aguardado ansiosamente por todos que acompanham desde o começo esta saga.


A Morte do Demônio (2013)

Coragem não é um requisito para conferir este remake de 1981, mas ter estômago forte, sim, já que a trama faz qualquer um ficar ruim ao exibir de forma excessiva mutilações horrendas que elevam o conceito da palavra desconforto para as pessoas que o assistem.

Mostrando-se muito mais radical que a versão exibida na época, a trama traz Mia, uma mulher viciada em drogas que viaja com o irmão e alguns amigos para uma rústica cabana na floresta. No porão da casa, eles encontram vários animais mumificados e um livro dos mortos feito de pele e escrito com sangue humano que, ao ser lido, invoca forças demoníacas. Atacando primeiramente o lado mais fraco, Mia, esse demônio vai possuindo um a um, até que todos do grupo sejam destruídos.


O Caseiro (2016)

Quem disse que o Brasil não sabe fazer terror se enganou, pois apesar dos clichês hollywoodianos, esta produção surpreende pela qualidade e também pelo modo como foi construída. Ok, não espere sentir aquele pavor encontrado nos filmes acima. Aqui a história é mais realista, mais convincente, o tipo de conto discutido em uma roda de amigos.

O enredo traz Davi, um cético professor de psicologia conhecido por ter publicado um livro que explica a aparição de fantasmas através de uma teoria sobre a psique humana. Certo dia, Davi é procurado por Renata, uma aluna da universidade preocupada com o bem-estar da irmãzinha, que acredita ser atacada pelo falecido caseiro da família. Acreditando que a menina vive em uma casa abusiva, ele aceita o caso e viaja para o interior com o intuito de provar que o sobrenatural não existe. Mas, ao conviver com a família, o descrente professor nota que pode estar mais enganado do que imagina, sendo conduzido para um desfecho do qual não previa.


A Casa dos Mortos (2015)

Com o intuito de filmar fenômenos sobrenaturais, um grupo de seis amigos viaja para uma casa abandonada que há muitos anos serviu como cenário para um homicídio em massa. Lá, decidem fazer uma sessão para invocar os espíritos já esquecidos, conjurando as almas que nela vivem. Após obter sucesso e reiniciar o padrão, a casa desperta matando cinco pessoas da panela de amigos. Restando apenas um sobrevivente do massacre, o detetive Mark Lewis e a psicóloga Elizabeth Klein se juntam para tentar solucionar se o jovem John é, de fato, um sobrevivente ou então um assassino. O filme traz a marca do Diretor James Wan, garantindo o sucesso da trama.


Fenômenos Paranormais (2011 e 2012)

Virou moda fazer programa de caça-fantasmas nos canais da TV paga, que vendem um amontoado de histórias medonhas como se fossem verídicas. Imitando a famosa fórmula, este filme traz o programa fake “Grave Encounters“, no qual uma equipe de televisão viaja até lugares assombrados para investigar a existência de espíritos. Na busca por audiência, o grupo, que não passa de um bando de charlatões, vai até o hospital psiquiátrico Collingwood, popularmente conhecido como o lugar mais assombrado da América do Norte. Pensando se tratar de mais uma gravação fácil, a equipe despreparada para o verdadeiro mal escondido não imagina os horrores que enfrentará para sair de lá ainda com vida.

Já em Fenômenos Paranormais 2, os vídeos do primeiro filme se tornaram virais, caindo no gosto do público como o melhor horror já visto. Acreditando que a história seja real, um grupo de estudantes viaja até o local original para obter provas disso e, com o tempo, passam a vivenciar todo o mal bizarro encontrado no primeiro vídeo.


Possessão (2012)

Com uma cena angustiante capaz de causar arrepios, este filme traz um tópico comum para a categoria. Na trama, Clyde e Stephanie são pais divorciados que compartilham a guarda das duas filhas. Tudo vai bem, até que Em, a menina caçula, visita uma venda de garagem com o pai e se interessa por uma bonita e misteriosa caixa de madeira antiga. Curiosa para descobrir o que tem dentro do item adquirido, Em encontra uma forma de abrir o mecanismo e, dentre as coisas que visualiza, escolhe usar um anel que estava escondido.

No entanto, aos poucos a menina começa a mudar o comportamento, demonstrando um apego fora do comum pelo artefato obtido recentemente. Preocupado com a filha, que vem agindo de forma agressiva, Clyde decide pedir ajuda para investigar o significado das escrituras presentes na caixa, que revelam a presença de um demônio que possui crianças a partir do item escolhido. Com isso, se inicia uma corrida para salvar a alma da menina em uma história que também é baseada em fatos reais, o que nos deixa mais apreensivos ainda.


Espelhos do Medo (2008 e 2010)

Se você tem medo de espelhos, eu não recomendo este filme. Utilizados frequentemente em cenas de terror e essenciais para nossa vida, esse título traz um enredo apavorante ao expor de certa forma um reflexo que não é o seu, mas sim um maligno.

A história apresenta Ben Carson, um detetive suspenso do Departamento de Polícia por ter atingido com um tiro um policial infiltrado. O ocorrido faz com que ele se torne alcoólatra, afastando de forma involuntária a esposa e o filho. Desempregado e tentando reconquistar a família, o homem aceita trabalhar como vigia noturno nas ruínas de uma antiga loja de departamentos repleta de espelhos. Entretanto, conforme os dias passam, ele nota algo estranho e surreal nos reflexos exibidos, que mais parecem ter vida própria onde quer que estejam.

Em Espelhos do Medo 2, o terror dos reflexos continua, só que agora mais sangrento. Com o fim do drama vivido pelo antigo vigia, a pavorosa loja contrata um novo guarda noturno, Max Matheson, que logo nos primeiros dias de trabalho passa a enxergar o espírito de uma mulher morta dentro dos espelhos que estão ali. Com o propósito de ajudar o espírito desconhecido, ele então começa a investigar a história do local e descobre o motivo que deu origem ao mal que lá reside.

***

E aí, o que achou da nossa seleção de filmes? Você já viu todos eles? Deixe nos comentários quais longas com essa temática poderiam ter entrado aqui e aproveite para contar qual te arrepia até os cabelos da nuca. E se você gosta de uma boa história macabra, temos uma dica: escute o LoGGadoCast #120, o programa está impressionante e repleto de histórias assustadoras… Pior, realmente verídicas!