The Alienist | Nova série da TNT aposta em thriller psicológico para atrair a audiência

Temos mais um piloto entre nós, e desta vez a emissora TNT decidiu apostar na “Era de Ouro” de Nova York para narrar a história de um trio um tanto quanto diferente em busca de respostas. John Moore (Luke Evans) é um desenhista, Laszlo Kreizler (Daniel Brühl) é um psiquiatra e Sara Howard (Dakota Fanning) é uma secretária que não se contenta com a época em que vive e entra na investigação também. Todos eles têm um só objetivo: encontrar um pavoroso serial killer que assombra o coração dos EUA no final do século XIX.

Tudo pode parecer clichê mesmo que salte aos olhos dos maiores amantes das séries criminais, cada vez mais presentes em nossa vida, mas The Alienist mantém um piloto firme e redondinho que te deixa com vontade de voltar na semana que vem, ou não. Acontece que apesar de todos esses elementos que fazem sim um bom seriado, alguns pontos da primeira hora do thriller podem não animar uma grande audiência. E talvez a escolha de elenco também contribua para que algumas pessoas estranhem o drama, mas a premissa consegue deixar o espectador intrigado.

Tudo começa quando um garoto aparece morto com as genitais mutiladas em meio às mudanças políticas e industriais. O crime, nunca visto antes, choca a todos e é aí que o trio citado antes faz suas aparições, cada um com seus demônios, que com certeza serão explorados durante os dez episódios, mas todos bem equipados com suas peculiaridades para tentar resolver a atrocidade.

Todos se fascinam, mesmo que em segredo, pelo que um homem é capaz de fazer e a série não poupa esforços em ser gráfica quando o assunto é a violência com a qual o serial killer trata suas vítimas. Em alguns momentos a audiência pode até sentir que aquilo é forçado, mas The Alienist foi feita com este tom sombrio (como se fosse sopro de uma obra de David Fincher com um empurrão de Penny Dreadful) por uma razão, e é óbvio que os produtores querem causar aquele desconforto estranho quando assistimos algo sobre a mente humana.

Embora a escolha do elenco seja um tanto estranha devido a alguns filmes duvidosos que os atores já fizeram, eles encarnam seus personagens como ninguém. Além de acompanharmos os crimes e talvez o final do serial killer – o que não irá acontecer tão cedo se a série tiver vida longa -, e assim como foi feito em Mindhunter (Netflix), veremos como o trio se comporta diante dessa estranheza toda e, como de costume, vamos acompanhar a evolução deles ou como eles irão perder a cabeça. De um jeito ou de outro, todas as fórmulas para que a nova aposta da TNT seja muito boa estão presentes, e vale destacar que o figurino está muito bem feito, mais uma vez deixando tudo real e sombrio.

É visível que The Alienist será mais um seriado que despertará todo tipo de opinião e, como já falado aqui também, poderá ou não agradar o grande público. A audiência que os escritores sabem que existe e que sempre procura séries do tipo já está ganha, com toda certeza. O único problema, talvez, é que o seriado não será distribuído de uma vez só, então teremos que acompanhar semana após semana o desenrolar do assassinato e como isso afetará as brigas políticas e as vidas dos envolvidos. Provavelmente o “formato Netflix” daria mais audiência aqui.

LoGGado

Notícias, Reviews, Podcasts e tudo sobre o mundo das Séries, Filmes, Cinema e Entretenimento!