Animaction | Your Name

Há muito tempo que não somos presenteados com uma obra tão bela e sensível como Kimi no Na wa (Your Name, na versão ocidental). Com roteiro e direção de Makoto Shinkai, este filme japonês é um dos títulos mais aclamados entre os fãs de animes dos últimos tempos.

Your Name conta a história de dois jovens: Mitsuha, uma estudante que vive num pequeno vilarejo no interior do Japão, e Taki, um rapaz que estuda e trabalha na movimentada Tóquio. Um mês após a queda de um cometa no Japão (o primeiro em mil anos), inexplicavelmente Mitsuha e Taki começam a ter sonhos estranhos em que estão dentro do corpo um do outro e a viver as suas respectivas vidas. A história é baseada num romance homônimo lançado por Makoto Shinkai em 18 de junho de 2016, poucos meses antes do lançamento do filme no oriente.

Nos primeiros cinco minutos o anime já irá te conquistar visualmente. A delicadeza e suavidade dos traços, juntamente com o conjunto de cores, luzes e sombras, ajuda a construir um mise-en-scène mágico e envolvente logo de cara. A beleza está nos pequenos detalhes, seja na gota de chuva que cai numa poça d’água ou nas mãos de Taki ao usar o celular. Cada traço é rico.

Ao longo do filme, acompanhamos a rotina dos cidadãos da pequena vila fictícia de Itomori, que se preparam para um típico Festival de Outono. A família de Mitsuha é bastante tradicional, funcionando como uma “porta de entrada” no filme para apresentar algumas das maravilhosas tradições japonesas, que ainda são muito comuns nas áreas rurais do país. O ritual do Kuchikamizake é um bom exemplo, que consiste num dos métodos de produção de saquê mais antigos da história.

Your Name pode ser classificado como um anime do gênero Slice of Life, pois apresenta de forma muito bem construída aspectos da rotina dos personagens, desde o momento em que acordam, as refeições, a escola, o trabalho, etc. Enquanto temos Mitsuha mostrando o lado tradicional do Japão, Taki e seu agitado estilo de vida em Tóquio nos mostra a rotina dos japoneses que vivem na grande metrópole. Aos poucos, no desenrolar da trama, vamos conhecendo como os jovens japoneses contemporâneos vivem o seu dia a dia, seja na escola ou no trabalho.

O carisma dos personagens principais é um dos ingredientes mais fortes de Your Name. É complicado não segurar o riso ou as lágrimas com Taki e Mitsuha, principalmente quando tentam conciliar as suas vidas enquanto estão “presos” um no corpo do outro. E não se engane pela sinopse do filme, pois mesmo a história parecendo um grande clichê, o modo como Makoto Shinkai aborda o assunto é único e bastante comovente.

Visualmente o anime é lindo, mas também não fica apenas por aí. Shinkai criou uma história recheada de riqueza e delicadeza, com personagens que nos fazem ter vontade de abraçá-los para sempre. Se você está à procura de um bom título de animação, mas tem se decepcionado com o que tem aparecido ultimamente, então Your Name é um anime que você vai ficar mais do que agradecido por ter assistido. Definitivamente, não é exagero chamá-lo de uma “obra de arte”. Se você aprecia a beleza estética das animações, então este é um filme que não pode passar batido!