iZombie | 3×07 – Dirt Nap Time

Ainda sem crer no que anda acontecendo em iZombie, nem eu e nem a Liv ainda superamos o fato de Major ter dado a última cura para sua ex. A pior parte de tudo isso não é nem o roubo ou Ravi não conseguir produzir mais curas, e talvez para a nossa última zumbi da turma restante o fato de ainda ter que adquirir outras personalidades que não a sua. Contudo, os roteiristas até que foram bonzinhos nesta semana colocando como vítima um professor de maternal super bondoso. O motivo da morte? Ciúmes. Afinal, ele era tão carinhoso e atencioso que saia pegando todas as mães de alunos que tinha em vida, e isso consequentemente o levou a ser assassinado.

Liv até que fica bastante compreensiva durante todo o episódio, e até sai com Justin – o novo melhor amigo de Major que também é zumbi e agora sabe de seu segredo após socorrê-lo nos episódios anteriores. Não shippo a Liv com ele e nem ninguém que não seja o Major, mas vamos combinar que a crise de raiva do cérebro anterior que ela teve com o Blaine foi até saudável. Mas este novo cérebro só ajuda no finalzinho da investigação, quando vemos que uma das amantes da vítima mentiu e acaba confessando que viu um carro preto no local no dia do assassinato.

Bem, resultou que o marido de uma das amantes matou o professor por ciúmes e ela o ajudou, pois estava com a vítima na hora. Gente, aprendemos na aulinha de hoje que se for para manter um relacionamento aberto, como o casal assassino descrito anteriormente, tenham em mente o que isso significa de verdade e não saiam por aí matando os outros.

Outros plots relevantes foram o de Blaine e Peyton, os dois ainda estão sofrendo com o fim do namorico que tiveram. E ele realmente ficou mal, não liga mais para a venda de cérebros em marmitas, nem para cantar e nem para as curas – assunto sobre o qual ele mentiu lindamente ao ser confrontado pela Liv e pelo Ravi. Peyton está lidando com as consequências do caso da dominatrix, que vimos anteriormente na temporada, e acaba descobrindo que alguém anda tentando mascarar alguma verdade sobre o caso, já que os poderes jurídicos dela acabam sendo limitados e o suspeito preso por Clive acaba morrendo na prisão logo depois de confessar o crime tão facilmente.

Queria falar que gostei de ver o Scott ter relevância após o roubo das curas, e foi bem divertido vê-lo em cena sem ser capacho do Blaine. Aliás, a reviravolta que ele teve neste episódio foi divertida e gostosa de ver, não fosse a deprê do Blaine me dar uma certa peninha do personagem após levar um tiro dos seus ex-capangas, que agora trabalham para o seu pai. Confesso que não sei quem é o melhor mentiroso sobre as curas: Blaine ou Scott, mas que os dois andam funcionando bem dentro do roteiro da série separados e quase inimigos, é inegável.