American Gods | 1×06 – A Murder of Gods

Um grande episódio de American Gods esta semana! Primeiramente, no interlúdio vemos que a fé cristã de alguns mexicanos os ajuda a atravessar a fronteira para os Estados Unidos. E sim, vemos Jesus andando sobre as águas, de calça jeans, e logo depois se sacrificando para salvar uma família. Amei a cena e, claro, todos os elementos da crucificação estavam presentes. Inclusive, mais à frente, ouvimos Mad Sweeney comentar que Jesus consegue ressuscitar e é de fato um bom sujeito. Esse é um dos plots principais do episódio: Mad Sweeney que convence Laura de poder ajudá-la a ressuscitar de verdade para que assim ela possa lhe entregar a sua moeda da sorte. Só que para completar a aventura dos dois, Salim se junta a eles na hora em que ambos estão tentando roubar o seu novo táxi.

Gostaria de fazer um adendo para o fato de que como vimos que um dos interlúdios foi incluído no enredo principal, se for bem adotado pelos roteiristas será ótimo de assistir. Nosso leprechaun também promete a Salim que pode ajudá-lo a encontrar seu Jinn se ele der uma carona aos dois até Kentucky, porém Laura é muito zoeira e faz um pequeno desvio até o Jack’s Crocodile, irritando o Sweeney um pouquinho quando o mesmo acorda de seu cochilo. O trio ficou ótimo junto, tanto em química dos atores quanto nos diálogos sobre fé e crenças – algo que Laura não tinha muito e agora reluta um pouco para perceber como as coisas são de verdade.

Quem também está sem entender nada durante o episódio inteiro é Shadow, que questiona Wednesday sobre o que acabou de lhes ocorrer na delegacia. Depois de um diálogo sobre deuses e crenças, o deus pega a estrada com Moon para ir até uma cidade bastante peculiar governada por Vulcan, um deus bem antigo como Wednesday e que se alimenta do fogo e da forja. Em sua cidade, todos têm armas de fogo pesadas, desde velhinhas até menininhas ainda na idade escolar. Contudo, Vulcan e Wednesday são velhos amigos e o segundo tenta recrutá-lo para a guerra entre novos deuses e antigos. Mais uma vez vemos que Shadow é um dos pontos cruciais de seu chefe na persuasão dos velhos amigos, e só depois de muita conversa é que Vulcan finalmente confessa que sabe sobre a tentativa de enforcamento de Moon, pois está trabalhando para os novos deuses.

Claramente que Wednesday não deixa isso impune e sacrifica o ex-amigo de uma forma bastante peculiar: jogando uma maldição no mesmo ao fazer xixi em sua morte após decepar sua cabeça com uma espada que a própria vítima forjou. E mais uma vez a reação de Shadow nos representa: WTF! O que anda acontecendo com essa série, pelo amor dos deuses todos?! Vulcan ainda reclamou para o Pai de Todos que foram os novos deuses que lhes deram as armas de fogo para que ele pudesse se adaptar ao novo mundo. Mas gente, isso foi baixo! Denunciar a chegada dos dois à sua cidade e ainda pagar de melhor amigo das antigas…

Acredito que Shadow e Wednesday conseguem fugir de mais essa, mas ainda temos alguns questionamentos pela frente: qual a necessidade daquela espada linda? O novo trio formado alcançará seus objetivos individuais ou o nosso leprechaun azarado passará a perna nos outros dois? Cenas para os próximos capítulos!!