Me, Myself & I | A estreia mais simpática da Fall Season

O sentimento de que seremos metralhados com uma interminável lista de séries novas e potenciais bombas começa na semana dos upfronts, mas só acaba mesmo quando a gente parte para garimpar os lançamentos durante a Fall Season. Felizmente, depois dos fracassos vistos nos últimos anos, os canais resolveram diminuir a encomenda do número de pilotos, o que acaba facilitando nosso trabalho de seriadores de garimpo. Me, Myself & I, por exemplo, é a preciosidade que em outros tempos passaria despercebida por conta da quantidade de coisas ruins sendo lançadas.

Bebendo da fonte de This Is Us, o maior hit da última Fall, a comédia do estreante na carreira de showrunner Dan Kopelman (Malcolm in the Middle) passeia por três linhas de tempos diferentes para contar as desventuras do inventor Alex Riley. Logo podemos esperar referências que resgatam o início dos anos 1990 com o jovem Alex (o adorável Jack Dylan Grazer, de It: A Coisa) indo viver com o padrasto e um meio-irmão depois que a mãe resolve se casar novamente, até twists divertidos com o inventor vivendo num futuro onde construiu um verdadeiro império na pele do ator John Larroquette (Night Court).

A linha temporal mais fraca acaba sendo aquela que nos apresenta um Alex desenganado depois que o seu casamento fracassa, porém ainda assim conseguimos enxergar potencial, já que o veterano do Saturday Night Live, Bobby Moynihan, é simpático o suficiente para nos fazer se importar com a fase mais melancólica da vida do inventor.

Comédia familiar já é um clássico de toda Fall Season, no entanto, quando ela vem sustentada por um texto esperto e que adianta desenvolvimentos promissores e genuinamente divertidos, acaba por merecer nossa atenção. É sempre bom respirar de forma mais leve e terminar um episódio de vinte minutos com um sorriso no rosto. Provavelmente Me, Myself & I fará isso com você, mesmo sem fugir da maioria dos clichés do gênero.