Arrow | 6×07 – Thanksgiving

E parece que os roteiristas de Arrow realmente conseguem aprender com o passado. Mesmo apresentando plots que lembram eventos anteriores da série, eles deram uma cara nova para os acontecimentos desta sexta temporada e o resultado está sendo bem melhor do que o esperado.

Provavelmente a maior diferença foi o caso do Diggle. Depois do episódio anterior, parecia muito provável que o Curtis fosse desenvolver uma cura rápida e fácil para os problemas do John, da mesma forma que fez com a Felicity, mas felizmente esse não foi o caso. Não que ver o Spartan fora de ação seja bom, mas sim porque desta vez o problema de fato parece grande. Diferente do que vimos antes, essa solução milagrosa não deve vir tão cedo, o que faz com que essa história se torne muito mais real e interessante.

Outro bom desenvolvimento ainda nesta parte do episódio foi a briga entre John e Oliver. Este conflito apresentou alguns pontos bem válidos: O Diggle, de fato, já está há muito tempo colocando seu trabalho como vigilante acima de qualquer outra coisa e nunca foi mostrado como isso afetava a relação dele com a sua família. Seja como Spartan ou Arqueiro Verde, o personagem sempre dá seu máximo para ajudar o Oliver, a diferença é que dessa vez ele pagou um preço caro. Mas por mais que o conflito entre eles tenha sido necessário, e adicionado um tom de veracidade na história, também é verdade que a curta duração dessa desavença também foi um ponto positivo. Depois de tudo o que eles passaram seria estranho uma discussão acabar com a amizade que existe entre os personagens. Tudo nessa parte da história foi bem elaborado.

E enquanto tudo isso se desenrola, a caçada aos vigilantes continua firme e forte. Se realmente existem provas sobre a identidade secreta do Arqueiro Verde, toda essa história pode ficar bem mais interessante. Mas enquanto não vemos isso, pelo menos esse conflito entre Oliver e FBI está menos monótono do que o esperado, especialmente agora que Cayden James resolveu voltar para prejudicar a equipe e se vingar do Oliver. O personagem, que começou com cara de vilão da Felicity, se revelou mais importante do que o esperado, e o fato de que a Black Siren  sempre está ao seu lado é outro positivo para a conta dele.

Com o enredo trazendo mais momentos positivos do que o esperado, algumas boas reviravoltas e o retorno da Thea, Thanksgiving superou as expectativas e tornou o futuro da série um pouco mais promissor. É muito bom ver que os roteiristas parecem estar tomando cuidado para desenvolver algo interessante, até porque a série não precisa de outra temporada fraca e sem graça.