DC’s Legends of Tomorrow | 2×15 – Fellowship of the Spear

Depois de muito procurarem os fragmentos da Lança do Destino e quase conseguirem destruí-la, finalmente as Lendas do Amanhã têm uma virada que nenhum deles, e nem nós, esperávamos. O ponto do episódio não é cantar a musiquinha “O sangue de Jesus tem poder, tem poder, tem poder. O sangue de Jesus tem poder, faz o inferno estremeceeeer“, pois por mais interessante que essa trama seja, já que o sangue de Cristo criou a Lança do Destino e só o mesmo pode destruí-la, algo que deve ser discutido nesta review é a lealdade do Mick.

Durante toda esta temporada, vemos os tripulantes da Waverider sempre questionar o que Mick diz e ele sempre fica recluso no seu canto. Às vezes tem uma interação maior, outras não. E claro, a volta de Snart (um Capitão Frio do passado que não decolou para se tornar uma Lenda) abalaria o psicológico do Onda Térmica.

Os dois são amigos de longa data e Mick sentiu muito a perda do companheiro. Quando ele volta e passa para o outro lado, não restava dúvida de que o Onda Térmica também passaria para o “lado do mal”. Por mais que tenha ficado coerente e bom, a trama poderia ter se arriscado um pouco mais ao colocar um twist. Mas isso ainda não terminou, então boas coisas estão por vir.

Fazia tempo que todos os heróis não se juntavam de uma vez e lutavam por um objetivo único, e foi bom rever toda essa interação em cada personagem diferente. O bom da série sempre foi esse, mostrar as diferenças de cada na hora da luta, mas num único propósito. Além disso, foi ótimo ver também os questionamentos individuais, como o da Amaya depois de descobrir o que vai acontecer com seu vilarejo e com sua neta. Uma série que mexe com o tempo tem muito o que explorar, além de fazer seus personagens se questionarem a todo tempo sobre suas escolhas quando sabem de algo. Isso estava faltando, e foi bom que incluíram.

DC’s Legends of Tomorrow fez um dos melhores episódios de toda sua existência, com boas doses de luta, drama, comédia e referências à cultura pop/nerd para nenhum fã botar defeito.