Animaction | Hércules e Xena – A Batalha Pelo Monte Olimpo

Existem dois tipos de opiniões bem destoantes em relação a este filme. A primeira é a de que é um desenho incrivelmente pobre, mal feito e bobo. A segunda, proveniente daqueles que estão familiarizados com os seriados Hercules: The Legendary Journeys e Xena: Warrior Princess, de que esta animação é um tesouro do universo que une as duas séries.

A história começa quando Hércules fica furioso com Zeus, para variar, pois este leva sua mãe, Alcmena, para o Monte Olimpo. Convencidos de que foi um sequestro, Hércules e Iolaus escalam o monte dos deuses para o resgate. Chegando lá, descobrem que a malévola e desocupada Hera, louca de ciúmes de Zeus, roubou a pedra de Cronos e libertou sobre a Terra quatro titãs destruidores. Nesse meio tempo, Ares tenta recrutar Xena para ser a campeã do Olimpo na batalha contra os monstros, porque sabe que Hércules não oferecerá sua ajuda a Zeus e aos outros imortais.

Em relação aos design dos personagens, eles são dublados pelos atores de ambas as séries e foram desenhados para se parecerem com eles. Tirando o fato de que Xena parece sofrer de uma leve anemia e de seu cabelo possuir berrantes reflexos vermelhos, as demais características da atriz e dos outros atores foram bem representadas.

Neste longa, a trilha sonora ficou por conta de Joseph LoDuca, também responsável pela trilha sonora dos dois seriados. E ele não deixou a desejar. A melodia da música “Across the Sea of Time” cantada pelas ninfas é belíssima, relaxante e deliciosa. A furiosa “We Are the Titans” tem o espírito forte e aterrorizante. E “Xena’s Song“, interpretada divinamente pela Lucy, é encantadoramente de delirar e cantar junto! Este filme foi lançado em 1998, e se você nunca ouviu falar dele, ou perdeu a oportunidade de assisti-lo por qualquer tipo preconceito, agora é a hora de dar uma nova chance.