iZombie | 3×12 – Looking for Mr. Goodbrain – Part 1

iZombie está com um roteiro tão bom nesta temporada que sinceramente ainda estou sentindo o impacto deste último episódio pela forma como os roteiristas fizeram tudo se encaixar tão bem dentro do contexto da série, e claro, da temporada em si. Primeiro gostaria de falar sobre o grande elefante na sala: a capa do jornal que Rachel fez usando Ravi, que a dispensou ao perceber que tudo que ela queria era pagar de repórter com ele. Graças ao jornal e toda a notícia circulada na mídia sobre os zumbis, Liv teve que mudar seu look com uma ajudinha da Peyton e parecer humana o episódio inteiro, mas ficou igualmente linda. Amei o look humano, apesar de você não ter gostado muito, amiga!

Porém, o caso do dia foi a morte de ninguém menos que a ex-chefe do Ravi, a agente do CDC. E adivinhe a cara de nojo da Liv ao ter visões sexuais com o amigo, amei! Contudo, não é apenas com Ravi que o cérebro da vítima funciona. Ao encontrarem uns guardanapos no bolso da vítima, Liv começa a frequentar um bar de um hotel para ver se encontra o suspeito do assassinato de Katty. Mas tudo que ela consegue são vários encontros nos quais ela não pode terminar a noite por dois simples motivos: culpa pelo seu relacionamento com Justin e, obviamente, por ser uma zumbi. Toda essa frustração até ela encontrar ninguém menos que o chefe de Major.

Chase começa a flertar com Liv no hotel sem nem ligar para mais nada, mas ele despediu Major no início do episódio por ser um humano. Achei isso muito chato, apesar de entender a lógica do mesmo, afinal, colocar um humano para trabalhar desta forma com um bando de zumbis é muito arriscado para a FG Enterprises. Despedido, Major encontra dois apoios: Natalie, que volta e propõe que eles fujam, já que voltaram a ser humanos; e seus amigos soldados, que fazem uma festa de despedida para ele.

Liv não chega à festa por estar na cama de Chase, o que preocupa Justin um pouco e o leva a tirar essa dúvida com Major do lado de fora da casa. É neste momento que o inesperado acontece, deixando um cliffhanger muito bom para o season finale: Harley, que havia escapado do encarceramento que Clive o tinha deixado, aparece no meio da festa como zumbi-bomba e explode a casa cheia de zumbis e uma Natalie humana dentro.

Agora resta sabermos como tudo isso aconteceu e o que Chase, Clive e Liv farão sobre o assunto. E será que Rachel vai aparecer lá do nada querendo dar uma de grande repórter novamente? Ainda acho que Harley deveria ter morrido como zumbi no episódio anterior, ficou claro que o ódio dele não terminou ao se transformar em zumbi. O que fica é um sentimento de satisfação pela série que mostrou que ódio só gera ódio e, claro, pena pela morte de tantos zumbis soldados bem camaradas. Ah e a investigação da morte de Katty também precisa ter um fim para descobrimos os reais motivos de Chase em assassiná-la.