The Bold Type | “O Diabo Veste Prada” do Freeform

Inspirada na vida de Joanna Coles, editora-chefe da revista voltada para o público feminino Cosmopolitan, The Bold Type apresenta Jane, uma estagiária que acaba de ser promovida dentro da Scarlet Magazine, e acompanha a história dela, de suas amigas, seus amores e suas vidas profissionais.

Honestidade é a palavra que define este primeiro episódio. Nos últimos anos, tivemos uma massiva leva de séries que sempre quiseram ser mais do que eram: ou chocarem a sociedade ou serem muito comentadas para, assim, elevarem suas audiências e sobreviverem anos afora. Mas este piloto é muito bem desenvolvido e ele não é mais do que quer ser.

É uma série dos parâmetros “normais” que apenas quer contar uma história dessas amigas que trabalham em uma revista e cada uma, a seu jeito, continuar a sua carreira com seus dramas pessoais. Nada é prometido durante os 40 minutos de piloto, como já dito acima, é tudo muito honesto e nada ali vai te chocar, explodir sua cabeça e/ou ser a nova série mais aclamada da geração.

As três personagens principais, Jane (Katie Stevens), Sutton (Meghann Fahy) e Kate (Aisha Dee), são muito bem definidas naquilo a que se propõem. Claro que uma delas passa até questionar a sua sexualidade quando conhece uma artista muçulmana e lésbica, porém, mesmo assim, ela é decidida. Outra personagem muito bem apresentada é Jacqueline (Melora Hardin), a editora-chefe da revista que se mostra sempre a desafiar essas três mulheres a arriscarem mais.

O que foi apresentado no piloto é uma vibe bem O Diabo Veste Prada, em que a líder da empresa instiga as pessoas que trabalham com ela a serem melhores. E mesmo não parecendo se importar com as novas ideias, ela sabe que no fundo toda ideia e/ou execução pode ser mais bem trabalhada.

Algo bastante citado na série, por se tratar de uma revista em que o foco são as mulheres, é o emponderamento feminino e as diferentes vertentes em que cada personagem lida com seus ideais em contrapartida aos dos outros, principalmente os da revista em que trabalham.

The Bold Type é aquela série descompromissada, boa de se assistir e que trata com certa leveza os assuntos a que se propõe, trazendo um divertido entretenimento sem com que seja nada além do esperado.