Animaction | O Bom Dinossauro

Quem acompanha a Animaction desde sua origem pode estar se perguntando agora se já não havia sido feito um texto sobre este filme. Por mais que isso seja verdade, há outro fato mais importante: O Bom Dinossauro é uma animação tão impactante para mim, e tenho certeza que para muitos outros também, que julguei digno trazê-lo para o site novo como forma de preservar sua existência e dar uma chance àqueles que ainda não viram este longa incrível de fazê-lo.

Então vamos falar sobre medo…

Muitas vezes em nossas vidas nos deparamos com desafios ou certas situações que colocam em cheque nossa capacidade, a confiança em nós mesmos, situações que nos dão medo. Como adultos, acabamos por fingir que não possuímos tal sentimento, que somos maiores que isso. Nada melhor do que uma animação (nada) infantil para nos provar que “se você não tem medo quando está sendo mordido por um croc, você está morto”.

Conheça Arlo, um pequeno dinossauro que leva uma vida tranquila na fazenda de seus pais. Nem tão tranquila, já que ele tem muitas dificuldades para realizar as tarefas do dia a dia e teme que jamais poderá deixar a marca de seu trabalho, como fizeram seus pais e irmãos. Arlo, na verdade, é muito medroso e ainda desconhece quase tudo da vida. Essa situação se altera drasticamente quando ele se perde e precisa voltar para casa.

Este, com certeza, é um filme que proporciona momentos de muita angústia, mas também extremamente emocionantes e memoráveis. A relação de Arlo com seu novo “bichinho de estimação”, elemento importantíssimo em sua jornada de superação, nos faz rir e chorar. É válido chamar atenção de vocês para um outro fator muito importante neste longa: a água. Enquanto o estilo de animação dos dinossauros não tem nada de mais, as paisagens são espetaculares, muitas vezes fazendo parecer real. A água é uma constante no filme: importante enquanto rio, que guia Arlo para casa, e enquanto tempestade, que provém, tanto para os bons quanto para os maus.

A maturidade com a qual O Bom Dinossauro aborda o tema medo é incrível. Fica claro que esse sentimento é presente em todas as pessoas e que não é necessário ter vergonha dele. Não devemos lutar contra um sentimento que está dentro de nós, devemos aprender com ele e, assim, superar nossos limites para ver o que há do outro lado da montanha. Crescer é um processo lento e, muitas vezes, doloroso, mas o resultado… bom, vocês precisam assistir para saber.