Animaction | Star Wars Rebels

Como boa fã de Star Wars, se aventurar por esta galáxia gigantesca criada pelo senhor Lucas é uma opção da qual não me arrependo. A partir disso, eu só tenho a dizer que vocês também não se arrependerão da jornada tratada em Rebels – mais um cânone. Após A Vingança do Sith e antes de Uma Nova Esperança, os caminhos de Kanan Jarrus e Hera Syndulla se cruzam com o de Ezra Bridger, e deste encontro a tripulação da Ghost começa a nos mostrar mais e mais o que o Império de Palpatine vem fazendo na galáxia.

O roteiro é bastante intrigante para qualquer um que goste de Star Wars e há ainda participações de personagens conhecidos durante as quatro temporadas da série, como a Princesa Leia, Lando Calrissian, Darth Vader, Mestre Yoda, e também alguns como o Grão Almirante Thrawn, Imperador Palpatine, Darth Maul e Mon Mothma. Fora tudo isso, a série ainda nos leva por destinos além do planeta Lothal, e cada detalhe e plot implantado nos episódios ainda nos leva a descobrir mais sobre o que anda rolando antes do despertar de Luke Skywalker e quando os poucos rebeldes que existiam começaram a se unir para formar a Aliança Galáctica.

Um dos melhores plots da série com certeza é sobre os Jedi, o descobrimento dos templos, o que realmente representam os Sith, a Força e suas maneiras de agir… Tudo isso nos leva a caminhos bem novos e interessantes. Para quem só tinha ouvido falar que os sabres de luz são as armas de Jedi, por exemplo, jamais imaginaria a importância dos mesmos ou até que Mestre Yoda e Kylo Ren dividiriam uma cena entre passado e futuro, além de um bem confuso Bridger no meio do caminho. Sinceramente, Rebels não só demonstra as mil faces da rebelião, que atualmente tem rostos como Poe, Rey, Finn e BB-8, como também aquele sentimentalismo de não abaixar a cabeça para a tirania dos líderes dos stormtroopers tão fácil.

Ok, libertar planetas da influência do Império não é nada fácil, e como vemos ao longo da série, a tripulação da Ghost vai fazendo aliados e novos inimigos pelo caminho. E é este fator que faz a animação ter uma importância grande dentro de todo o universo Star Wars, mostrar que a luta não tem poucos nomes e que leva anos para conquistar a liberdade – mesmo que, para tal, fique mais escuro antes do amanhecer. Em tal jornada mostrada em Rebels, também vamos descobrindo que Ezra parece bastante com Anakin, mas por fé na Força, Kanan consegue deixar seu padawan no caminho certo. Saber que os Jedi ainda são raros no universo, mas que a Força sempre dará um jeito de equilibrar tudo no fim das contas, é o que importa. E isso já vimos em Os Últimos Jedi também.

Resumidamente, vejam Rebels. Não é chato, é rápido e te dará novos olhos para todo o universo de Jedi, rebeldes e Sith. Aliás, novos olhos, esperanças e aquela vontadezinha enorme de não deixar uma Nova Ordem surgir para oprimir os fracos. May the Force be with you, always.