Nerd de Pijama | San Diego, o ápice da nerdice

Começou na quinta-feira, 19 de julho, o maior evento nerd do multiverso, a San Diego Comic-Con. Sim, meninos e meninas, nosso Oscar, nossa razão de guardar moedinhas todo mês para quem sabe um dia chegar na cidade californiana e morrer com o que mais amamos nesta vida: o universo nerd. E para você que só conhece a Comic-Con brasileira ou está tão mergulhado nos gibis e games, são quatro dias de explosões de informações na sua cara. Se você consome ou ama qualquer tipo de mídia relacionada ao universo geek/nerd, estes são os dias de surtar e se deleitar na sua caminha com todos os painéis.

Das coisas que mais amamos ver na SDCC, os trailers são os donos da festa. E por que não lembrar que é no evento que os produtores têm o dever com os fãs de conquistar a nossa grana antecipadamente demonstrando o melhor que eles suaram para produzir? Eu lembro bem que teve muita gente gritando ao ver o de Liga da Justiça em 2017 e até mesmo o de Era de Ultron uns anos antes. Não deve ter sentimento melhor no mundo do que conhecer nossos atores e estar pertinho ali ao mesmo tempo que… BUIA!… acontece algo extraordinário no telão.

É claro também que o universo nerd fomenta diversos empregos. E se você juntar uma grana direito para ir ao evento, sabe que, no mínimo, além de zilhões de fotos e lagriminhas derramadas, a lista de itens novos será imensa. Por aqui os nerds ainda estão tentando estabelecer algo parecido com a indústria dos Estados Unidos e Europa, mas se chegarmos a pelo menos à sola do sapato usado pelos organizadores lá de San Diego, rapaz… Não haverá crise certa, afinal, nós, nerds, trocamos grana por Funko de Friends, sim! Trocamos como índio trocava colar com português que oferecia espelho. Principalmente se nesse espelho tiver o novo uniforme do Shazam!

Além de tudo, não tem como perdermos os painéis das séries favoritas. Melhores zoações não existem, mas o foco dos painéis, além de ser uma hora basicamente de conversação sobre o passado e futuro da história + trailer novo e inédito (sim, os trailers mandam neste evento tanto quanto action figures ou gibis), é nos revelar aqueles segredos obscuros, assim por dizer (mostra o rosto da Batwoman logo CW!). A SDCC é tão mais esperada do que o Oscar só por abranger um universo muito maior de mídias que, quando finalmente vemos as séries voltando ou o mês de estreia de tal filme chega, nós vamos à loucura total.

É até meio chato esconder o nerd dentro de você nesses quatro dias de evento, pois por mais conceitual que sua amada série seja, se ela estiver na SDCC você vai surtar! Nem que seja com o cabelo novo daquela atriz ou a barba de tal ator. O fanatismo contido por uma vida inteira, ou pelo menos por um período de um ano, sai louco de Nárnia gritando por mais Star Wars, DC, Marvel, Netflix e apelos de não cancelamento de alguma série… É impossível fisicamente conter um nerd nos dias da SDCC, mais impossível ainda se este(a) nerd estiver presente no evento.


Logo, que esses quatro dias deste ano tenham sido os melhores para vocês, assim como foi para mim desde que vi o primeiro pôster de AHS: Apocalypse até o finzinho de tarde californiano deste domingo cheio de ressaca nerd. Não há coisa melhor na vida porque não tem Emmy, Grammy, E3, VMA que junte tudo o que você ama num lugar só por tanto tempo – ainda pelo menos. Ah, e por mais que existam as Comic-Con ao redor do globo em várias cidades diferentes, bom… San Diego ainda reinará no Trono de Ferro por mais um tempo. Até logo, meninas e meninos!