Nerd de Pijama | Fim das Férias

Volta às aulas, aquele período chato em que você tem que acordar cedo, maneirar as suas maratonas na Netflix e o pior de tudo: aguentar muita coisa tediosa pela frente sem nem ter noção do que o professor está falando, pois o episódio de Game of Thrones da noite anterior foi bem mais interessante. O lado bom é que às vezes (poucas vezes) temos a sorte de encontrar outros nerds no corredor da faculdade/colégio, e caso algum professor quiser soltar uma piadinha ridícula, temos a resposta na ponta da língua como nosso Tyrion Lannister.

Sentirei falta das noites não dormidas na frente do Xbox One e das tardes chuvosas lendo Star Wars Legends. O lado ruim é que não consegui colocar as séries em dia, assim como também não consegui ler as HQs que havia planejado. Sim, os planos para as férias são tão importantes como elas em si, mas nem sempre dá para fazer tudo que planejamos, infelizmente.

Eu, por exemplo, tinha planejado começar a ler iZombie, Lucifer e Batman: Renascimento por amar a DC, obviamente. Mas a balança pesou para meu amorzinho de Star Wars e comecei a ver Star Wars Rebels, que é ótimo por sinal e super recomendo, e claro, passar dias e mais dias com “Poeira de Estrelas” na mente. Acredito que a música de Hooker sobre Bowie realmente fez efeito sobre mim e me levou na velocidade da luz ao espaço… “Me leve com você pras estrelas/Me jogue contra as ondas do mar/Me cegue com as suas certezas/Um novo deus nascerá“.

O mês de julho também trouxe algo que nós, nerds, amamos naturalmente antes até de nascer: dormir. Nada como uma chuvinha ou, como falamos na minha terrinha, um toró brabo mesmo para poder se enrolar no edredom, colocar “Lust For Life” e tirar aquela boa soneca sem se preocupar com as missões não terminadas de Arkham Knight ou quantos livros existem no universo expandido que George Lucas criou. Assim como um Jedi precisa de treinamento, um nerd precisa dormir, e acordar lá pelas 15h é ótimo depois de tantas provas, trabalhos, relatórios, aulas monótonas e, claro, pegar o busão lotado, largar tarde do trabalho e etc.

Mas como nem tudo que é bom dura para sempre, o descanso acabou, nerds! E cá estamos nós tentando reeducar o nosso sono, deixar a amiga preguiça de lado e pôr o cérebro para funcionar. Se vocês, assim como eu, já ouviram aquela frase chata que dizem ao Peter Parker, “você é inteligente, mas tem preguiça de usar a sua cabeça“, nada como encerrar a coluna desta semana com o contrário disso: que deixemos a preguiça de lado para demonstrar que ninguém pode perto da nossa inteligência. Afinal, o que são algumas fórmulas de cálculo perto do nome de todos os personagens de As Crônicas de Gelo e Fogo, não é mesmo? Bom fim de férias para vocês e até semana que vem, se eu conseguir sobreviver a esta volta também, claro.