Arrow | 6×04 – Reversal

Se em Next of Kin Arrow mostrou que esta sexta temporada de fato era promissora e poderia entregar qualidade, Reversal veio para nos lembrar de que a série provavelmente nunca deixará de tropeçar no meio do caminho. A ideia base do episódio não é ruim. Apresentar as consequências do que a Felicity fez para ajudar a Helix no ano anterior faz sentido e até poderia ser um evento muito positivo, agora que Olicity está voltando (até porque era necessário fazer algo para compensar o absurdo que foi o confronto entre Overwatch e o resto do Team Arrow antes), mas infelizmente os roteiristas insistiram em muitos dos erros comuns com os quais já estamos acostumados em Arrow.

O principal desses erros é a reciclagem do roteiro. Independente de tudo o que está acontecendo na história atualmente, a Felicity mais uma vez achou que a melhor opção era manter segredo sobre o que ela estava fazendo e não contou nada para a equipe ou para o Oliver. Tanta coisa aconteceu na temporada passada e a Felicity claramente cresceu como personagem entre tantos problemas, então por que aqui parece que ela não mudou nada? Ela enfrenta agora o problema que o Oliver enfrentou até metade da quinta temporada: a personagem não se desenvolve para se encaixar em um ciclo de repetição de roteiro que exige que ela tome as mesmas decisões erradas para que a história se desenvolva.

Outro grande problema foi a representação do casal Olicity em grande parte do episódio. A dinâmica deles chegou a lembrar do casal problemático de dois anos atrás, e ninguém quer isso de novo. Se por um lado o final deu a entender que esse tipo de problema foi superado, o resto do episódio sugere que no primeiro problema (ou na primeira vez que o roteiro precisar) esse casal vai “esquecer” de todo o desenvolvimento que teve e voltará a brigar de modo idiota.

Entretanto, mesmo com todos esses enormes problemas, Reversal não foi uma falha completa e, por incrível que pareça, alguns dos desenvolvimentos vistos aqui foram bem bons. Além de descobrir quem salvou a Black Siren, a série agora apresentou mais um inimigo direto da Overwatch, e ele com certeza voltará ainda nesta temporada. Caso trabalhem isso direito, sem ela querendo agir sozinha de novo, talvez as consequências sejam boas. Aliás, o futuro da Felicity parece mais promissor mesmo sem levar em conta seus trabalhos como vigilante. Agora que ela já sabe o que vai fazer no seu novo emprego, e ficou claro que é algo grande, talvez vejamos ainda mais interações entre ela e o Curtis, o que sempre dá certo.

Por ter repetido alguns grandes erros do passado, Reversal acabou decepcionando e mostrando um lado bem ruim de Arrow. As cenas de luta até foram boas, a base para enredos promissores foi colocada e o cliffhanger foi bom, mas no final o saldo é negativo e este episódio acabou sendo uma grande decepção. Falta consistência na qualidade da série, e infelizmente isso não é um problema novo.